Sociedade | 02-10-2018 08:40

Mação lidera os concelhos mais envelhecidos do Médio Tejo

Na semana em que se assinala o Dia do Idoso (1 de Outubro) O MIRANTE revela-lhe se o seu município reflecte esta realidade.

Na região da Lezíria do Tejo a média de idosos por cada 100 habitantes é de 23,4. Santarém está um ponto percentual acima desta média. Coruche é o município mais envelhecido ultrapassando os 30%, enquanto Benavente surge como o município mais jovem com 17,3% de população acima dos 65 anos.

Alpiarça, Almeirim, Azambuja, Rio Maior, Cartaxo e Salvaterra de Magos, municípios também integrados na Lezíria do Tejo, não diferem muito dos 23,4 da média para a região. Golegã e Chamusca sobem para os 26,7 e os 29,3% respectivamente.

Já na área que integra os concelhos do Médio Tejo, Mação destaca-se por ter a população mais envelhecida, com 36,8% da população residente com mais de 65 anos. No pólo oposto está o Entroncamento, com 18,5%.

Nesta região, Médio Tejo, a média nacional situa-se nos 25,2% e difere apenas por um ou dois pontos percentuais, acima ou abaixo da média, para os municípios que a integram, como Abrantes, Alcanena, Torres Novas, Tomar, Sardoal, Constância, Ferreira do Zêzere, Ourém ou Vila Nova da Barquinha.

Vila Franca de Xira, com mais de 140 mil habitantes, tem uma percentagem de idosos de 16,3, bem abaixo da média para a área metropolitana de Lisboa que é de 21,1% e da média nacional que ronda os 20%.

Os dados apresentados têm por base a informação do portal Pordata, da Fundação Francisco Manuel dos Santos, relativos a 2016.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo