Sociedade | 02-10-2018 16:32

Suspeito de atear fogo em Alcanhões acusado pelo MP

Homem provocou um incêndio em Alcanhões a 24 de Julho.

O homem que se encontra preso preventivamente por ter ateado um incêndio em Alcanhões, no concelho e distrito de Santarém, foi acusado pelo Ministério Público pelos crimes de incêndio florestal, ameaça e introdução em lugar vedado ao público.

A Procuradoria da Comarca de Santarém afirma, em comunicado, que a acusação foi deduzida a semana passada pela segunda secção especializada do Departamento de Investigação e Acção Penal de Santarém, depois da investigação realizada pela Polícia Judiciária.

Na madrugada de 24 de Julho último, o homem, de 46 anos, residente em Alcanhões, introduziu-se no quintal de uma residência, “tendo sido detectado pelo respectivo dono, a quem ameaçou que ia morrer queimado”.

De seguida, usou materiais combustíveis para atear um incêndio numa zona de canavial, que lavrou durante cerca de duas horas e que exigiu a rápida intervenção dos bombeiros de Pernes e de Santarém, que conseguiram assim evitar “perdas pessoais ou patrimoniais”, afirma a nota.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo