Sociedade | 04-10-2018 17:08

Carbonizado em Rio de Moinhos tinha debilidades físicas e psíquicas

As causas do incêndio e as circunstâncias da morte estão a ser investigadas pela Polícia Judiciária.

Paulo Graça é o nome do homem que morreu carbonizado no incêndio que deflagrou na quarta-feira, 3 de Outubro, num canavial em Rio de Moinhos, Abrantes. O homem, de 49 anos, era solteiro e vivia com a mãe na freguesia de Rio de Moinhos, perto dos pilares do viaduto da A23. Era uma pessoa debilitada tanto a nível psíquico como físico, usando muletas para auxiliar a locomoção. As chaves de casa e as muletas foram encontradas junto ao corpo carbonizado.

As causas do incêndio e as circunstâncias da morte estão a ser investigadas pela Polícia Judiciária. O funeral de Paulo Graça realiza-se amanhã, 5 de Outubro, pelas 9h00, no cemitério de Rio de Moinhos.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo