Sociedade | 09-10-2018 18:08

Orçamento Participativo de Abrantes já tem propostas vencedoras

Os projectos escolhidos ficaram aquém da verba global disponibilizada de 350 mil euros.

Foram encontradas as propostas mais votadas no Orçamento Participativo de Abrantes, a integrar no orçamento municipal para 2019. Os abrantinos votaram e elegeram seis propostas, sendo as mais expressivas a aquisição de um veículo de transporte escolar para a freguesia de Alvega e Concavada e a valorização do espaço exterior da Escola Básica Maria Lucília Moita, na União de Freguesia de Abrantes e Alferrarede, que prevê a construção de um campo de minibasket, baloiços e equipamentos de equilíbrio. Ambas as propostas tiveram 159 votos.


Fitness, saúde e bem-estar para todos na União de Freguesia de Alvega e Concavada é a terceira proposta mais votada, com 158 votos, logo seguida pela implementação de um Wall4Sports (espaço multidesportivo, com cobertura que pode ser utilizado tanto pela comunidade escolar como pela população) no Centro Escolar de Rio de Moinhos (143 votos).


Com 139 votos ficou a proposta de melhoramento do espaço exterior e acessos à extensão de saúde e do Centro de Apoio a Idosos também na freguesia de Rio de Moinhos. A última proposta mais votada contou com 111 votos e é a requalificação do Largo dos Combatentes da Grande Guerra, no Tramagal.


As seis propostas ficaram aquém da verba global disponibilizada de 350 mil euros, restando 6.095 euros que vão ser aplicados em duas propostas cujo orçamento se enquadra nesta verba. São elas a colocação de placas de Boas-Vindas ao Rossio ao Sul do Tejo, nas quatro entradas pelas Estradas Nacionais 2 e 118, com referência à Rota da EN2, e a instalação de suportes para afixação de cartazes no espaço público, em pontos do Rossio ao Sul do Tejo, para facilitar a comunicação entre as colectividades locais.

Orçamento pouco participado
Num universo de cerca de 40 mil habitantes apenas perto de 700 pessoas votaram (cada munícipe tinha direito a dois votos e registaram-se 1282 votos no total). Rui André, presidente da Junta de Freguesia de Rio Moinhos, congratulou-se, na última sessão da Assembleia Municipal de Abrantes, com os dois projectos ganhadores para a sua freguesia, mas realçou que há que melhorar o modelo de participação.


Maria do Céu Albuquerque, presidente do município, concordou que “não correu tudo bem do ponto de vista da participação” e adiantou que “talvez esteja na altura de parar um ano, fazer tudo o que ficou para trás e repensar o modelo actual”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo