Sociedade | 02-11-2018 13:45

Morreu a zeladora da Sinagoga de Tomar

Morreu a zeladora da Sinagoga de Tomar

Teresa Vasco faleceu esta quinta-feira, 1 de Novembro.

Morreu esta quinta-feira, 1 de Novembro, Teresa Vasco, a zeladora da Sinagoga de Tomar. Teresa Vasco tinha 73 anos e faleceu vítima de doença prolongada. Foi Teresa, juntamente com o marido, Luís Vasco, já falecido, que reabriram a Sinagoga de Tomar ao público, depois de a terem arranjado há mais de 30 anos. Como O MIRANTE publicou (ver edição 7 Novembro 2012), farto de ver os turistas a bater com o nariz na porta do antigo templo, o casal juntou um grupo de vizinhos e conseguiu que o presidente da câmara municipal da altura, Amândio Murta (PS), lhe entregasse umas chaves do edifício. "Isto só tinha as paredes", recordou Luís Vasco, em entrevista a O MIRANTE em 2009.

Quando o marido morreu, Teresa Vasco foi falar com o presidente do município que lhe disse para continuar na Sinagoga. E Teresa continuou, sempre como voluntária. Recebia apenas a reforma de viuvez. Era Teresa quem fazia as visitas aos turistas e dava as explicações. O município de Tomar lamentou a morte de Teresa Vasco na sua página da rede social Facebook.

A Sinagoga de Tomar é a mais antiga de Portugal e por ali passam milhares de turistas por ano. Em 2014 foram mais de 37.600 e este ano já ultrapassou esse número. Aparecem muitos grupos de Israel e outros países estrangeiros, nomeadamente Estados Unidos da América. A Sinagoga de Tomar tem estado encerrada por se encontrar em obras de requalificação, estando a sua abertura prevista para breve.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo