Sociedade | 18-12-2018 12:30

Eleições canceladas no Centro Social da Parreira por irregularidade

Novo acto eleitoral já foi marcado para Janeiro.

As eleições para o Centro de Apoio Social da Parreira foram canceladas porque a convocatória não obedecia aos parâmetros legais. O presidente da assembleia-geral marcou agora um novo acto eleitoral para dia 13 de Janeiro, entre as 14h00 e as 18h00.

A instituição foi alertada pela Segurança Social, que tutela as Instituições de Solidariedade Social, para o facto de o acto eleitoral permitir a entrega de candidaturas até uma hora antes da votação, quando as listas têm de ser afixadas e divulgadas com algum tempo de antecedência.

As eleições para o quadriénio 2019/2022 estão marcadas pela polémica, que começou com a demissão em bloco da direcção na assembleia-geral de dia 17 de Novembro, como forma de protesto por entraves à sua gestão.

Em causa está a contestação de alguns sócios, boicotes de funcionários e o desprezo do presidente da Câmara da Chamusca, Paulo Queimado (PS).

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº1391
    20-02-2019
    Capa Médio Tejo
    Edição nº1391
    20-02-2019
    Capa Vale Tejo