Sociedade | 07-01-2019 10:00

Obras no Largo do Mosteiro de Almoster dão dores de cabeça à população

Obras no Largo do Mosteiro de Almoster dão dores de cabeça à população
IMPASSE

Sede da colectividade local, lagar e garagem particular prejudicados pelo arrastar das obras que já deviam estar concluídas há cinco meses.

O impasse nas obras de requalificação do Largo do Mosteiro de Almoster, no concelho de Santarém, está a dar dores de cabeça tanto à população como à colectividade local e aos proprietários do lagar e da garagem particular que têm acessos através do recinto onde decorre a empreitada, que devia ter ficado concluída no final de Julho último. As obras têm andado a conta-gotas e estima-se que ainda falte executar metade dos trabalhos previstos.

O facto do largo estar vedado impede o acesso à sede da Associação Social, Cultural e Recreativa de Almoster (ASCRA), a um lagar e a uma garagem particular, com os consequentes transtornos que daí advêm. Além disso, está a impossibilitar que muitas pessoas com mobilidade reduzida possam ir à missa, dificultando o estacionamento e a obrigar os caixões a fazerem um trajecto maior para serem depositados na casa mortuária, na outra ponta do largo.

Notícia completa na edição de O MIRANTE já nas bancas

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1407
    13-06-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1407
    13-06-2019
    Capa Médio Tejo