Sociedade | 12-03-2019 16:02

Primeiro-ministro no Hospital de Santarém

Primeiro-ministro no Hospital de Santarém

António Costa vai ver obras dos blocos operatórios e novo serviço de Medicina Física e de Reabilitação

O primeiro-ministro visita esta quarta-feira de manhã, 13 de Março, o Hospital de Santarém, que tem uma nova administração há cerca de seis meses.

António Costa é acompanhado pela ministra da Saúde, Marta Temido, numa altura em que foram retomadas as obras do bloco operatório central, que se arrastam há cerca de dois anos devido a peripécias, uma delas com a recusa do visto do Tribunal de Contas pelo facto de o hospital ter défice orçamental.

António Costa vai ver o andamento das obras do bloco operatório central, bem como a construção do novo bloco de partos, passando ainda pela nova unidade de Medicina Física e de Reabilitação, recentemente remodelada.

Segundo o hospital, o novo bloco de partos vai permitir recuperar 500 partos que perdeu, estando neste momento a realizar mil partos anuais. O hospital pretende conquistar cinco por cento dos partos que estão a ser feitos no privado.

Com o novo bloco central, que estará pronto a meio deste ano, a administração pretende também aumentar a actividade cirúrgica em cerca de 50 por cento. Neste momento as cirurgias estão a ser feitas no Hospital de Torres, no âmbito de um acordo com o Centro Hospitalar do Médio Tejo até as obras em Santarém estarem prontas. O hospital prevê ainda reforçar a equipa de anestesistas e de enfermeiros de bloco.

Nesta visita o hospital vai ainda apresentar ao primeiro-ministro os novos projectos, alguns dos quais já abordados pela presidente do conselho de administração, Ana Infante, numa entrevista recente a O MIRANTE. Um desses projectos passa pela instalação da Ressonância Magnética, que não existe nos serviços de saúde públicos no distrito de Santarém, num investimento de cerca de 2,5 milhões de euros.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1395
    20-03-2019
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1395
    20-03-2019
    Capa Vale Tejo