Sociedade | 10-05-2019 15:00

Santarém não acompanha tendência de aumento de nascimentos em 2019

Santarém não acompanha tendência de aumento de nascimentos em 2019
NATALIDADE

Na semana em que se comemorou o Dia da Mãe apresentamos dados relativos à natalidade na região

Os nascimentos em Portugal atingiram no primeiro trimestre de 2019 o valor mais alto dos últimos sete anos. Em Janeiro, Fevereiro e Março foram rastreados 21.348 recém-nascidos, de acordo com o número de “testes do pezinho” realizados, mais 984 bebés que em igual período do ano passado, no entanto o distrito de Santarém não acompanha essa tendência, registando um declínio de 25 nascimentos nos três primeiros meses do ano. Em 2018 houve 648 “testes do pezinho” e em 2019 apenas 623. Janeiro foi o mês em que nasceram mais bebés no distrito (229) seguido de Fevereiro (219) e de Março (175).

A nível nacional, desde 2012 (21.750) que não eram estudados tantos recém-nascidos nos primeiros três meses do ano. Lisboa foi o distrito com mais exames realizados (6.419), seguido do Porto (3.814), Setúbal (1.596), Braga (1.562), Aveiro (1.091) e Faro (1.082). Com menos crianças a fazer o teste esteve a Guarda (165).
Em Santarém não se verifica uma tendência de aumento, com o número de recém-nascidos a oscilar, tendo descido de 2016 para 2017 (dos 2.767 para os 2.568) e subido em 2018 (dos 2.568 para os 2.681), voltando a descer nos primeiros meses de 2019 em relação ao ano anterior.

O “teste do pezinho” é efectuado a partir do terceiro dia de vida do recém-nascido, através da recolha de umas gotículas de sangue no pé da criança, e permite actualmente detectar 26 doenças, 25 das quais de origem genética, possibilitando uma actuação precoce e um desenvolvimento mais saudável das crianças.

Os dados foram divulgados pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge e têm por base o Programa Nacional de Diagnóstico Precoce, “teste do pezinho”, que apesar de não ser obrigatório continua a ser um bom indicador relativo à natalidade em Portugal, tendo uma taxa de cobertura de cerca de 100%.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1404
    23-05-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1404
    23-05-2019
    Capa Médio Tejo