Sociedade | 09-06-2019 10:00

“Há boas acessibilidades e estamos perto de Lisboa e do Porto de Setúbal”

“Há boas acessibilidades e estamos perto de Lisboa e do Porto de Setúbal”
FEIRA DA AGRICULTURA

Fernando Miguel Calado Caeiro, Gerente da Tipografia Novagráfica do Cartaxo

Costumo ir à Feira da Agricultura e gosto de ver as novidades tecnológicas e os espectáculos. A feira está muito bem estruturada e nota-se muito profissionalismo. É a maior feira do país na área da agricultura e é extremamente importante.

Penso que a região poderia aproveitar o facto de estar geográficamente no centro do país para atrair mais pessoas para outros eventos de grande dimensão.

Sou natural de Santarém e acho que a cidade vai continuar a ser a capital do Ribatejo. As perspectivas de desenvolvimento são promissoras, atendendo ao facto de estarmos na periferia de uma capital europeia como Lisboa e de existirem boas acessibilidades. E acresce ainda o facto de estarmos a 50 quilómetros de Lisboa e a 80 quilómetros do Porto de Setúbal.

Para atrair mais indústria os responsáveis políticos devem promover uma política fiscal atractiva. Com mais investimento há mais emprego. A verdadeira riqueza faz-se com trabalho.

Os políticos do concelho deviam ser mais eficazes na implementação de políticas de desenvolvimento e deviam perceber que estão no poder para responder eficazmente às necessidades das populações.

Na empresa da qual sou gerente vejo o futuro com alguma reserva mas sem alarmismos. Temos conseguido crescer; temos entrado noutros mercados fora da União Europeia e temos feito os investimentos certos mas hoje é mais difícil prever o futuro, devido à velocidade tecnológica, sendo importante perceber as necessidades do mercado.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1407
    13-06-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1407
    13-06-2019
    Capa Médio Tejo