Economia | 10-12-2018 12:30

Metalomecânica de Abrantes em situação difícil

Metalomecânica de Abrantes em situação difícil
DIFICULDADES
foto DR

A FRASAM é uma das fundições mais antigas da Europa. Tem 295 credores, que reclamam créditos de cerca de 11 milhões de euros.

A Frasam - Fundições do Rossio de Abrantes, S.A. está em fase de insolvência, que deve ser decretada nos próximos dias, depois do falhanço de dois PER – Plano Especial de Revitalização. O administrador judicial, Carlos Cintra Torres, pediu na segunda-feira, 26 de Novembro, ao Juízo de Comércio do Tribunal da Comarca de Santarém que a empresa entre em insolvência, porque há credores que já não acreditam na viabilidade da empresa.

O director geral da empresa, Paulino Oliveira, em declarações a O MIRANTE, diz acreditar que a decisão do tribunal possa ocorrer nos próximos dias. A empresa já vem a acentuar as dificuldades desde 2017.

A FRASAM é uma das fundições mais antigas da Europa. Tem 295 credores, que reclamam créditos de cerca de 11 milhões de euros. Situada no Rossio ao Sul do Tejo, em Abrantes, desde 1961, a empresa dedica-se à fundição de ferro fundido e fabrico de máquinas para as indústrias alimentares, das bebidas e do tabaco. A banca é o principal credor, seguindo-se fornecedores e cerca de 90 trabalhadores.

A administração pretende ver o pedido de insolvência decretado para, posteriormente, poder apresentar um plano de insolvência, que se não for aprovado vai ditar o fecho e liquidação da empresa. Questionado sobre a situação dos cerca de 90 trabalhadores, Paulino Oliveira prefere dizer que ainda acredita que “é possível negociar com os credores e recuperar a empresa”.

Os trabalhadores da Frasam estão apreensivos e dizem pouco saber sobre o que se está a passar. O tema foi abordado na última reunião de câmara, com a presidente Maria do Céu Albuquerque a mostrar-se preocupada com a possibilidade de mais desemprego no concelho. “É muito importante para o tecido empresarial da região que uma empresa desta dimensão continue a laborar e a manter estes postos de trabalho”, referiu a autarca, que diz estar a acompanhar a situação.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1417
    21-08-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1417
    21-08-2019
    Capa Médio Tejo