Entrevista | 03-07-2019 07:00

Mário Bento

Mário Bento
AGORA FALO EU

Presidente da Assembleia de Freguesia, 38 anos, União de Freguesias de Parreira e Chouto

Fecha a água enquanto escova os dentes ou enquanto se ensaboa no banho? Claro. A preocupação com o meio ambiente e a escassez dos recursos passou a ser incontornável e em casa temos isso em consideração.

Deposita dinheiro em contas de solidariedade quando os números das mesmas são divulgados? Não.

Quando tem uma dor de cabeça toma imediatamente um comprimido ou espera que ela passe? Espero que passe, tomar medicamentos só em última instância.

Já visitou algum museu da região? Não.

Alguma vez deu sangue? Sim. Sou dador há quase 20 anos.

Ir comprar roupa ou sapatos dá-lhe prazer? E gosta de fazer essas compras sozinho ou acompanhado? Gosto de ir às compras no geral, é uma rotina de família ao domingo. Quem gosta menos é o meu filho.

Se vir alguém deitar lixo para o chão diz-lhe alguma coisa? Provavelmente chamo-lhe a atenção. Actualmente há uma preocupação e atenção maior sobre estes pormenores.

Costuma utilizar auto-estradas mesmo tendo estradas alternativas? Sempre que exista auto-estrada utilizo-a. Há menos trânsito e é mais rápido.

A Justiça é mesmo igual para todos? Ao contrário do sol, que nasce para todos, a justiça não... Haverá sempre diferença entre o cidadão normal e o amigo, primo, conhecido do senhor doutor qualquer coisa...

Qual o seu prato preferido de bacalhau? Bacalhau à lagareiro.

Quando andava na escola gostava mais de Português ou de Matemática? De Português.

Como gostaria de ser recordado? Como o melhor pai do mundo. O meu filho e a minha família são o melhor que tenho e que mais valorizo.

Já apanhou alguma multa de trânsito? Sim. Por andar de motorizada sem capacete.

Costuma assistir a touradas ao vivo? Sempre que posso. Sou grande aficionado da festa brava.

Já lhe aconteceu segurar uma porta para alguém passar, por exemplo, e a pessoa passar sem olhar para si nem lhe agradecer? Não.

Costuma tapar os números quando está a marcar o código no multibanco? Sim.

Alguma vez foi a Fátima a pé? Fui mas ainda me falta terminar o percurso. Parei em Riachos e já não consegui retomar caminho por causa das dores. Fui com um amigo, apenas por passeio.

Gostaria de ter vivido noutra época? Em qual e porquê? Não. Sou um dos que têm o privilégio de ter vivido em dois séculos diferentes.

A instalação de câmaras de vídeovigilância é uma boa maneira de combater a criminalidade? Não deixa de ser dissuasor mas defendo que se deve dar mais poder e defender as nossas forças da autoridade. São competentes apesar de serem tantas vezes injustamente criticadas.

Quais os principais valores que lhe foram transmitidos e que ainda hoje perduram? Educação, seriedade e honestidade.

Ainda conserva amigos de infância? São os seus melhores amigos ou as voltas da vida levaram-no a ter outros bons amigos? Na minha vida, felizmente, tive a oportunidade de ir conhecendo pessoas extraordinárias e de fazer grandes amizades, mas ainda conservo algumas amizades de infância.

Quando passeia na terra onde vive o que mais lhe agrada? O que tem sido feito pela qualidade de vida das pessoas e a requalificação dos espaços públicos. É, sem dúvida, um trabalho reconhecido.

Todos os anos as câmaras municipais fixam (dentro de limites mínimos e máximos impostos por lei), impostos como o IMI, Derrama sobre rendimentos das empresas, Taxa de participação variável do IRS... costuma dar atenção a isso? E tem havido razoabilidade no seu concelho? Sinceramente, em matéria de impostos tento não pensar muito nisso... sei que tenho que pagar.

A sua terra é segura? Vivo no Chouto, que é bastante sossegado e tranquilo, no entanto vale o que vale... Fui uma de algumas pessoas a quem já assaltaram a casa enquanto estávamos no trabalho.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1412
    18-07-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1412
    18-07-2019
    Capa Médio Tejo