Foto Galeria | 02-07-2019

Salgueiro Maia homenageado em Castelo de Vide com comitiva de Santarém

1 / 18
Salgueiro Maia homenageado em Castelo de Vide com comitiva de Santarém
2 / 18
Salgueiro Maia homenageado em Castelo de Vide com comitiva de Santarém
3 / 18
Salgueiro Maia homenageado em Castelo de Vide com comitiva de Santarém
4 / 18
Salgueiro Maia homenageado em Castelo de Vide com comitiva de Santarém
5 / 18
Salgueiro Maia homenageado em Castelo de Vide com comitiva de Santarém
6 / 18
Salgueiro Maia homenageado em Castelo de Vide com comitiva de Santarém
7 / 18
Salgueiro Maia homenageado em Castelo de Vide com comitiva de Santarém
8 / 18
Salgueiro Maia homenageado em Castelo de Vide com comitiva de Santarém
9 / 18
Salgueiro Maia homenageado em Castelo de Vide com comitiva de Santarém
10 / 18
Salgueiro Maia homenageado em Castelo de Vide com comitiva de Santarém
11 / 18
Salgueiro Maia homenageado em Castelo de Vide com comitiva de Santarém
12 / 18
Salgueiro Maia homenageado em Castelo de Vide com comitiva de Santarém
13 / 18
Salgueiro Maia homenageado em Castelo de Vide com comitiva de Santarém
14 / 18
Salgueiro Maia homenageado em Castelo de Vide com comitiva de Santarém
15 / 18
Salgueiro Maia homenageado em Castelo de Vide com comitiva de Santarém
16 / 18
Salgueiro Maia homenageado em Castelo de Vide com comitiva de Santarém
17 / 18
Salgueiro Maia homenageado em Castelo de Vide com comitiva de Santarém
18 / 18
Salgueiro Maia homenageado em Castelo de Vide com comitiva de Santarém

O município de Castelo de Vide (Portalegre) assinalou os 75 anos do nascimento do capitão Salgueiro Maia, esta segunda-feira, 1 de Julho, com a presença de uma comitiva de Santarém liderada pelo presidente Ricardo Gonçalves.

* FOTOS de Vítor Lopes e Beatriz Lopes

A homenagem incluiu a inauguração de um monumento com um modelo da chaimite V-200, “ícone de Abril". Este modelo é igual ao que transportou o capitão Salgueiro Maia no dia 25 de Abril de 1974, desde a Escola Prática de Cavalaria, em Santarém, até Lisboa, para derrubar o regime ditatorial.

Também presente na homenagem, a professora de Santarém, viúva do capitão de Abril, Natércia Salgueiro Maia, mostrou-se emocionada. Disse que aquela cerimónia constitui “um motivo” para que os portugueses “façam alguma coisa” para que o país “seja melhor”.

Houve também uma cerimónia militar, a cargo do Regimento de Cavalaria N.º 3, bem como uma homenagem aos mortos com a participação de antigos combatentes do Ultramar.

Para assinalar os 75 anos do nascimento do oficial, natural de Castelo de Vide, o município criou ainda, no castelo da vila, a Casa da Cidadania Salgueiro Maia, num investimento de três milhões de euros.

Salgueiro Maia expressou duas vontades em testamento, uma foi ser sepultado em Castelo de Vide, em campa rasa, e a outra foi deixar o seu espólio ao município para que fosse objecto de musealização.

Entre as peças que fazem parte do espólio a instalar no núcleo museológico figura o conhecido megafone com que, em 25 de Abril de 1974, no Largo do Carmo, em Lisboa, o então capitão intimou Marcelo Caetano a render-se e a entregar o poder às forças da democracia.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1429
    13-11-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1429
    13-11-2019
    Capa Médio Tejo