O MIRANTE TV | 27-02-2020

Língua afiada no Enterro do Galo em Alpiarça

Banda da Sociedade Filarmónica Alpiarcense 1º Dezembro não marcou presença pela primeira vez em quase cem anos.

O Enterro do Galo encerrou os festejos do Entrudo, em Alpiarça, com a tradicional calhandrice e maldizer, mas sem a Banda da Sociedade Filarmónica Alpiarcense 1º Dezembro que, pela primeira vez em quase cem anos, não marcou presença na quarta-feira de cinzas.

Trajadas a rigor com um lençol branco preso na cabeça, as carpideiras percorreram a principal rua da vila entre a sede da banda e o pavilhão d' Os Águias de Alpiarça onde foi lido o testamento do galo.

O MIRANTE deixa alguns dos versos proferidos a 26 de Fevereiro, para adoçar a boca dos leitores.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1449
    04-03-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1449
    04-03-2020
    Capa Vale Tejo