O MIRANTE TV | 27-11-2020

Suinicultura na Póvoa da Isenta atormenta moradores

População queixa-se do cheiro nauseabundo e questiona a legalidade da exploração.

A população de Póvoa da Isenta, no concelho de Santarém, convive há mais de trinta anos com uma suinicultura instalada a pouco mais de uma centena de metros das habitações. Os moradores queixam-se do cheiro nauseabundo que emana das lagoas de deposição dos efluentes e de carcaças em decomposição que são recolhidas apenas uma vez por semana. Mas a gota de água que levou à realização de um abaixo-assinado, já subscrito por cerca de 300 pessoas, é a obra que a Agrolex, empresa proprietária da pecuária, iniciou na última semana e que terá como objectivo a construção de um sistema de hidrólise para deposição de cadáveres.

A população exige esclarecimentos sobre a legalidade da obra e da própria exploração.

No centro da freguesia, um pouco mais afastado da pecuária, o incómodo do cheiro também se faz notar e é difícil encontrar quem não tenha colocado o seu nome no abaixo-assinado.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1490
    19-08-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1490
    19-08-2020
    Capa Vale Tejo