O MIRANTE TV | 08-04-2021

A guerra de Tatiana por um medicamento que atrase a morte

Tatiana Bond, farmacêutica do Cartaxo, trava batalha contra cancro incurável e tem esperança num medicamento que lhe pode prolongar a vida, mas que o Infarmed recusa.

Tatiana Bond teve um cancro na mama aos 26 anos. Cinco anos depois, em 2016, já casada e com filhos, aparece-lhe um cancro no fígado, incurável. Resiste desde então quando a esperança de vida era de seis meses. A farmacêutica de profissão precisa de um medicamento que lhe pode prolongar a vida por mais um tempo, mas o Infarmed recusou a utilização de uso excepcional. Aos 37 anos garante que vai lutar até ao fim para viver o máximo de tempo possível com a família.

Mais Notícias

    A carregar...