O MIRANTE TV | 09-10-2021

Utentes de Alcorochel reclamam da falta de médicos, funcionária e condições no posto médico

Dezenas de utentes passam a madrugada à porta do posto médico na tentativa de conseguirem uma consulta, desde que o médico se aposentou. A falta de uma administrativa fixa também é problema.

No posto médico de Alcorochel, concelho de Torres Novas, o cenário tem sido o mesmo desde que o médico de família se reformou. As pessoas, maioritariamente idosas, vão de madrugada na esperança de conseguirem a marcação de consulta, muitas vezes em vão. O aproximar do Inverno começa a ser motivo de preocupação.

Os utentes dizem que a situação está a piorar, tendo chegado ao cúmulo de a médica que ali presta serviço ter atendido utentes no passeio, porque a funcionária que habitualmente abre o posto não apareceu.

Contactada por O MIRANTE, a Administração Regional de Saúde (ARS) diz que se tratou de um "imprevisto" com a assistente técnica que presta serviço naquele posto médico e que de imediato tentaram resolver o problema realizando as inscrições dos utentes à distância para evitar mais espera. Sobre a falta de médicos que respondam às necessidades dos 700 utentes inscritos nas duas extensões de saúde na União de Freguesias de Brogueira, Parceiros de Igreja e Alcorochel, a ARS diz estar empenhada numa solução.

Até lá os utentes garantem que vão continuar a exigir os seus direitos, tendo para isso posto a circular um abaixo-assinado, que até sexta-feira, 8 de Outubro tinha mais de 300 assinaturas. No documento pedem um médico e uma funcionária administrativa fixa. Este é um assunto que pode acompanhar na próxima edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...