Política | 01-01-2023 10:00

Município atribui 23 mil euros à Misericórdia de Benavente para melhoria das instalações

Santa Casa da Misericórdia de Benavente vai receber apoio da câmara municipal para a construção de uma área de quarentena e alargamento de uma zona de estar depois de ter sido reprovada a candidatura apresentada ao PARES.

A Câmara de Benavente aprovou por unanimidade, na última reunião do executivo, a atribuição de um subsídio no valor de 23.649 euros à Santa Casa da Misericórdia de Benavente, nos termos do regulamento municipal de apoio ao associativismo para beneficiação de infraestruturas.
O pedido de apoio financeiro por parte da instituição, explicou a vereadora com o pelouro da Acção Social, Catarina do Vale, surgiu após a não aprovação de uma candidatura ao Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais (PARES) 3.0 e destina-se a ajudar a suportar os custos do valor global necessário (27.800 euros) para a construção de uma área de quarentena com casa-de-banho e o alargamento de uma zona de sala-de-estar.
O presidente do município, Carlos Coutinho, disse, durante a apreciação da proposta, não compreender a não aprovação quer da candidatura da Santa Casa da Misericórdia de Benavente quer das apresentadas pela Fundação Padre Tobias e Centro de Recuperação Infantil de Benavente ao PARES 3.0. O autarca da CDU considerou também que a autarquia tem a responsabilidade de apoiar os seus parceiros na área social sobretudo numa altura em que as instituições “estão a viver dificuldades face ao imenso aumento dos custos da sua actividade sem que haja aumento daquilo que são as suas receitas em condições iguais”.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo