uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Escuteiros de Santarém vão ter sede por 30 anos na antiga EPC

Agrupamento 52 vai ocupar edifício conhecido como Sala dos Cavaleiros de Timor e tem três anos para o recuperar.

Edição de 06.02.2019 | Sociedade

A Câmara de Santarém validou os termos do protocolo de cedência por 30 anos de um edifício sito no antigo quartel da Escola Prática de Cavalaria (EPC) ao Agrupamento 52 de Santarém do Corpo Nacional de Escutas, para este ali instalar a sua sede e desenvolver as suas actividades. Com esta decisão, é também extinto o direito de superfície que o Agrupamento 52 tinha sobre um terreno na Quinta do Valbom, anteriormente cedido pelo município para o mesmo fim.
Relativamente à cedência do espaço na antiga EPC, a autarquia teve em conta que não tinha qualquer utilização prevista para o imóvel, conhecido como Sala dos Cavaleiros de Timor, e que a ocupação do mesmo por parte dos escuteiros permitirá manter a sua dignidade e manutenção.
O edifício é cedido no estado em que se encontra, cabendo ao Agrupamento 52 realizar no prazo de três anos as obras necessárias com vista à sua utilização nas condições necessárias à actividade pretendida.
Os escuteiros têm ainda de assegurar os serviços de higiene e limpeza do espaço, bem como responsabilizar-se pelo pagamento dos serviços de água, gás e electricidade. As reparações que entretanto o edifício for precisando devem também ser suportadas pelo Agrupamento 52, que se compromete ainda a ceder o edifício ao município para actos públicos e de cidadania, sempre que solicitado para tal.
O Agrupamento 52 de Santarém já teve várias sedes ao longo dos seus 70 anos de existência, encontrando-se instalado há cerca de cinco anos numa sede provisória localizada nas antigas oficinas da Escola Prática de Cavalaria. A dimensão desse grupo de escuteiros tem-se revelado o maior obstáculo na procura de uma nova sede.

Mais Notícias

    A carregar...