Sociedade | 07-01-2019 10:00

Henrique  Marques da Silva

Henrique  Marques da Silva
AGORA FALO EU

Técnico de Seguros - Empresa Conteconnosco, Lda, 71 anos, Póvoa de Santa Iria

Já alguma vez foi mandado parar numa operação stop? Como reagiu? O que acha destas operações? Já me mandaram parar numa operação stop e reagi da melhor maneira possível. Acho estas acções importantes para a nossa segurança desde que os agentes sejam educados.

Qual é a pior coisa que lhe podem fazer? Porquê? Mentirem-me. Detesto quando o fazem. Como sou uma pessoa séria é a pior coisa que me podem fazer.

Costuma comprar um jornal pelo que vê na primeira página? Sim, para poder ver o desenvolvimento da notícia.

A que petisco não resiste? Adoro enguias fritas. Sou apreciador de enguias, mas fritas é como mais gosto delas.

Que estação do ano prefere? Gosto muito do Verão. Não gosto de frio nem de chuva. Os dias são maiores e mais alegres.

É aficionado? Sou aficionado e gosto de tudo da festa brava. A lide, a pega, o ambiente, as emoções das pessoas...

Os jovens estão motivados para seguirem as tradições? A maioria dos jovens já não liga às tradições.

Do que é que sente mais saudades? Sinto saudades da minha juventude, principalmente porque foi uma altura em que fiz muito desporto. Agora a saúde não o permite.

O que é que punha a funcionar na sua terra que não existe? Uma Loja do Cidadão.

Qual foi a melhor viagem (ou passeio) que fez até hoje? Foi a S. Tomé e Príncipe. Pela beleza natural.

Fazem falta mais mulheres na política? Talvez.

Alguma vez deu sangue? Não. Nunca dei sangue e agora já não posso dar.

Qual foi a maior extravagância que já fez? Comprei um carro no dia em que fazia anos.

A instalação de câmaras de vídeo é uma boa maneira de combater a criminalidade? Sim.

Qual a qualidade que mais aprecia
numa pessoa?
A honestidade.

Qual é o seu maior defeito? Às vezes sou chato.

O que é que lhe provoca um sono irresistível? O que me faz mais sono é ver televisão. Seja qual for o programa que esteja a dar, é certo e sabido que adormeço.

Consegue perceber tudo o que está escrito num contrato de um seguro ou de um empréstimo bancário, por exemplo? E tenta lê-los, ou limita-se a assinar e a esperar que tudo corra bem? Sim, consigo perceber. Na minha profissão tenho de ler tudo o que está escrito nos contratos, nomeadamente nos de seguros, para poder aconselhar e esclarecer da melhor forma os meus clientes.

Acha que daria um bom primeiro-ministro? Não, não tenho jeito para o politicamente correcto e para politiquice.

Os programas de culinária da televisão abrem-lhe o apetite? E dão-lhe vontade de cozinhar? Os programas de culinária não me despertam o apetite nem me dão vontade de cozinhar. A cozinha não é a minha área.

Este ano foi um bom ano para si? O que espera de 2019? Este ano foi um bom ano e espero que 2019 também o seja. O que eu mais desejo é saúde. Muita saúde.

Se lhe oferecessem bilhetes para a Ópera ia ver, mesmo que fosse obrigatório usar fato escuro ou “smoking”? Ia ver porque gosto de Ópera.

Alguma vez pensou escrever um livro? E se escrevesse um, escrevia sobre que assunto? Nunca pensei escrever um livro e se decidisse escrevê-lo seria um livro sobre a minha vida.

Sabe andar de bicicleta? E de mota? Só sei andar de bicicleta. Nunca aprendi a andar de mota e não gosto de motas.

Quantos cafés bebe por dia? Bebo quatro cafés por dia e quando não os bebo o dia não me corre bem.

Ainda é capaz de elogiar a beleza de alguém ou prefere não o fazer para não ser acusado de assédio? Um elogio feito com educação não ofende ninguém.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1408
    19-06-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1408
    19-06-2019
    Capa Médio Tejo