Sociedade | 01-06-2019 11:57

Morador do Frade de Cima que incendiou a mulher estava com depressão

Morador do Frade de Cima que incendiou a mulher estava com depressão

Paulo suicidou-se depois de ter pegado fogo à mulher dentro do carro à porta de casa

O homem de Frade de Cima, Alpiarça, que tentou matar a mulher, queimando-a, sofria de uma depressão há algum tempo, desde que tinha ficado sem emprego, e já tinha sido assistido na psiquiatria. Paulo Farropo, que se suicidou em casa após ter cometido o crime, regou a mulher com álcool e depois meteu-a dentro do carro, pegando-lhe fogo.

A mulher foi assistida no local e transportada para o hospital com queimaduras graves. Ela já tinha apresentado queixa na GNR, mas o processo tinha sido arquivado, alegadamente por ela ter declarado que não tinha medo dele e que apenas precisava que ele fosse acompanhado.

O caso aconteceu 5h00 deste sábado e quando a GNR chegou ao local encontrou Paulo enforcado. O caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1429
    13-11-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1429
    13-11-2019
    Capa Médio Tejo