Sociedade | 09-06-2019 14:39

O “milagre" da agricultura portuguesa segundo Marcelo

O “milagre" da agricultura portuguesa segundo Marcelo

Presidente da República destacou o trabalho feito no sector primário, durante a inauguração da Feira Nacional de Agricultura em Santarém.

O Presidente da República disse na inauguração da Feira Nacional da Agricultura, em Santarém, que a agricultura portuguesa “fez um milagre”, ao ter sido capaz de “dar a volta em condições difíceis”. Salientando a evolução do certame que inaugurou no sábado, 8 de Junho, no Centro Nacional de Exposições, em Santarém, Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que os agricultores portugueses souberam, “com uma crise pelo meio”, reorganizar a produção, montar novos circuitos de distribuição, “exportar mais e melhor, produzir com cada vez mais qualidade”, para o que contribuiu terem-se ligado à investigação.

“É por isso que temos dos melhores produtos do mundo”, disse, dando o exemplo do vinho, tema da Feira Nacional da Agricultura (FNA) deste ano. O Chefe de Estado fez uma demorada visita à 56.ª Feira Nacional da Agricultura/66.ª Feira do Ribatejo, que decorre até dia 16 com “A Vinha e o Vinho” como tema, destacando o “simbolismo” da decoração feita na praça de acesso ao centro de exposições, com quatro talhões que representam as vinhas do Douro e do Pico (ambas Património da Humanidade), mostram uma centena das mais de 200 variedades de vinha e um sistema de rega actual.

O Presidente salientou o “sucesso” dos vinhos portugueses, relatando como se tornaram presente obrigatório para chefes de Estado que visitam o país e de como famílias estrangeiras viajam pelo país de automóvel para poderem levar vinho português para os seus países.

Marcelo Rebelo de Sousa lembrou que, há 25 anos, Michael Porter foi contratado pelo Governo para fazer um estudo que identificasse os sectores de futuro na economia portuguesa, sendo o vinho um deles.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1429
    13-11-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1429
    13-11-2019
    Capa Médio Tejo