Sociedade | 08-07-2019 20:02

Encontrado corpo no Tejo em Alhandra

Encontrado corpo no Tejo em Alhandra

Pescadores encontraram cadáver a boiar nas margens.

Foi encontrado na tarde de segunda-feira, 8 de Julho, o corpo de Agostinho Espadinha, 75 anos, que caiu ao rio em Alhandra na tarde de quinta-feira, 4 de Julho. O alerta foi dado por um pescador de Alhandra pelas 16h51, que encontrou um corpo no lodo na margem sul de Alhandra, do lado da lezíria, quase em frente à secção de vela do Alhandra Sporting Club e contactou a Polícia de Segurança Pública.

Os bombeiros de Alhandra acorreram ao local e retiraram o corpo, que estava já em avançado estado de decomposição. Foi levado para as instalações dos bombeiros para ser declado o óbito pela delegada de saúde, pelas 18h28. No local estiveram também elementos da Polícia Marítima. Fonte dos bombeiros explica a O MIRANTE que o corpo foi entretanto levado para a morgue do Hospital Vila Franca de Xira, de onde deverá seguir para cremação. Segundo as informações disponíveis Agostinho Espadinha residiria na zona do Bom Sucesso, Alverca, e desapareceu pouco depois das 20h27 quando foi dado o alerta, na última quinta-feira, depois de ter caído ao rio quando o barco em que seguia com duas outras pessoas se aproximou de um dos cais de Alhandra. Na altura a maré estava a vazar e existiam fortes correntes na água, o que dificultou o trabalho dos bombeiros. Os dois passageiros ainda terão, alegadamente, atirado uma boia ao rio para a vítima se agarrar mas esta já não conseguiu e afundou-se rapidamente.

Poucos minutos depois do alerta foram mobilizados 14 operacionais dos bombeiros de Alhandra e Alverca, os primeiros a dar resposta, com dois botes que patrulharam as margens. No próprio dia as buscas prolongaram-se até perto das 22h00, altura em que a falta de luminosidade obrigou a cancelar o trabalho dos socorristas. Os trabalhos foram retomados na manhã seguinte mas sem sucesso.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1412
    18-07-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1412
    18-07-2019
    Capa Médio Tejo