Sociedade | 17-01-2020 12:30

Vive em condições desumanas no oratório da Póvoa de Santa Iria

Vive em condições desumanas no oratório da Póvoa de Santa Iria

Câmara de Vila Franca de Xira acompanha o caso, que está entregue ao tribunal e Segurança Social.

Chama-se Marcos mas todos o conhecem por 'Pena'. Tem 37 anos, é doente mental e pernoita no oratório de São Jerónimo, situado na Quinta da Piedade, Póvoa de Santa Iria. Já foi levado para hospitais mas volta sempre ao que resta do edifício quinhentista que lhe tem servido de casa.

'Pena' recebe uma baixa pensão por invalidez e vive sobretudo de doações da comunidade. Há quem lhe pague o pequeno almoço e lhe dê dinheiro para tabaco. O seu único vício, garante quem o conhece.

Durante o dia deixa o oratório para vaguear pelas ruas e corredores do Centro Comercial Serra Nova, onde recebe a caridade dos comerciantes.

* Leia mais sobre este caso na edição semanal em papel desta quinta-feira

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1443
    29-01-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1443
    29-01-2020
    Capa Vale Tejo