Sociedade | 13-04-2021 15:00

Casal de cegos de Benavente já tem alojamento condigno

Casal de cegos de Benavente já tem alojamento condigno
SOCIEDADE
Marco Reis e Manuela Silva

Devido às más condições em que viviam o município entregou excepcionalmente as chaves de uma habitação social a Manuela Silva e Marco Reis.

O casal de pessoas cegas que vivia numa casa sem condições de habitabilidade no bairro da Azinhaga das Vinhas Velhas, Benavente, foi realojado numa habitação social, cedida pela Câmara de Benavente. Trata-se de uma situação temporária e excepcional uma vez que ainda não são conhecidos os resultados do concurso à habitação social do município, ao qual esta família se candidatou.

Para Marco Reis “já está a ser uma grande ajuda” terem sido instalados, ainda que provisoriamente numa habitação no bairro Ribasor onde conseguem ter uma vida condigna. “A câmara municipal também nos tem ajudado a trazer as mobílias da nossa casa. Temos muito a agradecer”, diz a O MIRANTE.

Recorde-se que Marco Reis, Manuela Silva e o filho, de 17 anos, viviam numa pequena vivenda sem água nem electricidade há mais de um ano servindo-se de fontes públicas para encher garrafões com água que utilizavam para cozinhar e fazer a higiene. Desde Janeiro deste ano que a família enfrentava ainda uma ordem de despejo, interposta pela proprietária que terá nas últimas semanas tapado o sistema de saneamento que serve a habitação. Situação que levou, na altura, a Câmara de Benavente e a Segurança Social a intervir e realojar esta família num hotel, no Cartaxo.

“Estivemos no hotel, agora viemos para aqui e ainda não sabemos muito bem como será daqui para a frente. Tem sido um dia de cada vez”, afirma Marco Reis, acrescentando que tem continuado à procura de uma oportunidade de trabalho. Manuela Silva, de 45 anos, continua a trabalhar como telefonista no Centro de Saúde da Graça, em Lisboa.

Mais Notícias

    A carregar...