Sociedade | 13-10-2021 07:00

Cimpor em Alhandra vai ter parque fotovoltaico

Cimenteira anunciou investimentos na produção de energia eléctrica nas suas três unidades industriais em Portugal.

A Cimpor vai instalar um parque fotovoltaico em cada uma das três unidades de produção em Portugal (Alhandra, Souselas e Loulé), um projecto que faz parte de um pacote de investimentos que poderá superar os 130 milhões de euros em 10 anos.

Em resposta à Lusa, a cimenteira não revelou o valor do investimento nos parques fotovoltaicos, mas adiantou que o projecto faz parte de um pacote de investimentos que poderá superar 130 milhões de euros ao longo da próxima década.

O projecto em causa prevê a instalação de um megawatt (MW) de potência para auto-consumo em cada fábrica. A conclusão da instalação está prevista para até ao final do ano estimando-se ainda a expansão para 10 MW até 2025.

No total vão ser instalados 6.500 painéis fotovoltaicos em cerca de 3,5 hectares nos terrenos de cada fábrica, estando a capacidade de produção anual de energia eléctrica estimada em 4,5 gigawatts por hora evitando a emissão de 1.100 toneladas de dióxido de carbono (CO2) por ano.

A Cimpor está ainda a preparar a instalação, nas unidades de Alhandra e Souselas, de duas unidades de recuperação de calor residual de processo para geração de energia eléctrica, com quase oito megawatts de potência.

Segundo a empresa, em conjunto com os parques fotovoltaicos, o objectivo é gerar, de forma autónoma, 30% das necessidades de energia e reduzir, também em 30%, as emissões indirectas de CO2. O projecto foi anunciado no âmbito da divulgação do relatório de sustentabilidade.

Mais Notícias

    A carregar...