Sociedade | 06-12-2022 13:59

Paulo Monginho anunciado como novo CEO da OGMA de Alverca

Paulo Monginho anunciado como novo CEO da OGMA de Alverca

Novo responsável trabalha na OGMA há onze anos e quer foco e competitividade na liderança da empresa de Alverca onde trabalham mais de 1800 pessoas.

Paulo Monginho, ex-Director Executivo Comercial da OGMA – Indústria Aeronáutica de Portugal, de Alverca, foi anunciado terça-feira, 6 de Dezembro, pelo Conselho de Administração da empresa, como novo CEO da companhia.

O responsável diz abraçar o novo desafio com entusiasmo e responsabilidade e destaca a confiança no trabalho de equipa, foco e competitividade como as chaves para o sucesso da empresa. “Só assim seremos capazes de responder às necessidades dos nossos clientes, actuais e futuros, sempre alinhados com os melhores padrões de qualidade e segurança”, afirma Paulo Monginho.

Em Portugal há 104 anos, a OGMA representa, para o novo CEO, “a excelência e a competência da indústria aeronáutica do nosso país no panorama internacional do sector”.

O responsável tem mais de 27 anos de experiência, onze deles na OGMA e liderava a área comercial para as actividades de manutenção e fabricação de aeronaves. É licenciado em Gestão pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, tem um executive MBA pelo ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa e conta com diversas formações na área da fiscalidade, liderança e estratégia corporativa.

O novo responsável iniciou o seu percurso na OGMA em 2011, exercendo diferentes cargos incluindo director executivo comercial, director de estratégia, marketing e relações institucionais, director de relações institucionais e director de vendas e desenvolvimento de negócio.

Entre 1995 e 2011 passou pela Goodyear Tire & Rubber Company, onde foi, entre outros cargos, director-geral da filial portuguesa da companhia.

Com mais de 1.800 trabalhadores, a OGMA foi fundada a 29 de Junho de 1918 e assenta a sua actividade em duas áreas de negócio – Manutenção, Reparação e Revisão Geral de Aeronaves, Motores e Componentes de Aviação Civil e de Defesa e o Fabrico e Montagem de Aeroestruturas para aeronaves civis e militares. Desde a sua privatização, concretizada em 2005, a OGMA é detida em 65% pela Airholding SGPS (100% EMBRAER) e em 35% pela idD Portugal Defence (100% Estado Português)

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo