Sociedade | 06-01-2023 07:00

Milhões do PRR vão dar nova vida ao antigo presídio de Santarém

Milhões do PRR vão dar nova vida ao antigo presídio de Santarém
Antigo presídio militar vai ser convertido numa residência para estudantes do ensino superior

Plano de Recuperação e Resiliência tem inscritos quase 7 milhões de euros para transformar o emblemático edifício, onde funcionou o presídio militar, num complexo para alojamento de alunos do Politécnico de Santarém com capacidade para mais de 204 camas.

O antigo presídio militar de Santarém vai ser adaptado para acolher uma residência para estudantes do ensino superior com uma capacidade de alojamento de 204 camas. O projecto que promete mudar a face àquele emblemático imóvel já tem financiamento garantido do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), também conhecido por ‘bazuca’ europeia, no valor de 6,7 milhões de euros. A data apontada para conclusão da empreitada é 31 de Julho de 2025.
Actualmente funcionam no antigo presídio militar alguns serviços municipais, o Centro de Investigação Joaquim Veríssimo Serrão (CIJVS) e a UTIS – Universidade da Terceira Idade de Santarém, que terão de mudar de instalações quando as obras arrancarem. Na última sessão da assembleia municipal, o presidente da câmara, Ricardo Gonçalves, informou que o CIJVS já tem nova localização definida, enquanto que em relação à UTIS há várias possibilidades em estudo.
Na mesma sessão da assembleia municipal, Ricardo Gonçalves informou ainda que os blocos de apartamentos que pertenceram à antiga Escola Prática de Cavalaria (EPC) já regressaram ao património municipal, depois de terem estado destinados a acolher uma residência para estudantes do Politécnico de Santarém. Esse projecto entretanto caiu, pois não teve financiamento aprovado por parte do PRR, no âmbito do Programa Nacional para o Alojamento no Ensino Superior. A Câmara de Santarém tinha cedido os apartamentos dos oficiais da antiga EPC para efeitos de elaboração de candidatura ao PRR.

Mais alojamento para estudantes no PRR
O Politécnico de Santarém vai construir duas novas residências para estudantes na cidade, num total de 112 camas, contando para isso com apoio financeiro do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). A Residência do Colégio do Regente, que vai servir alunos da Escola Superior Agrária de Santarém, tem projectados 44 quartos, sendo 30 duplos e 14 individuais, dois dos quais adaptados a pessoas com mobilidade reduzida, para um total de 74 estudantes. O financiamento inscrito no PRR é de 2,4 milhões de euros.
Já a residência da Escola Superior de Educação de Santarém tem projectados 30 quartos, sendo 8 duplos e 22 individuais, dois dos quais adaptados a pessoas com mobilidade reduzida servindo um total de 38 estudantes. O investimento previsto pelo PRR é de 1,2 milhões de euros.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Médio Tejo