A Palavra dos Leitores | 01-12-2013 06:20

Director das bibliotecas de Vila Franca de Xira proibiu “As cinquenta sombras de Grey”

É certo que tem que haver sempre uma selecção dos livros a adquirir para uma biblioteca pública e que alguém tem que a fazer mas espanta-me que o senhor director das bibliotecas de Vila Franca de Xira use critérios como literatura "intragável" para exercer esse direito/dever não me parece correcto. Ele tem que estar atento aos gostos dos leitores e não aos seus gostos pessoais. Não me parece que o estilo literário do livro "As Cinquenta Sombras de Grey" possa prejudicar o bom uso da língua portuguesa. Se o senhor meter a mão na consciência decerto encontrará nas prateleiras das bibliotecas que dirige coisas bem piores em termos de "tragabilidade". Jorge Vitorino Ferreira Um absurdo ser dado o direito de uma pessoa cercear a leitura de um livro solicitado pelos leitores de uma biblioteca. Aqui no Brasil chamamos isso de censura deslavada. Procuramos tornar as salas de leitura e bibliotecas espaços democráticos que disponibilizem aos leitores os seus gostos à medida que a demanda se apresente. Uma temeridade em termos de formação de novos leitores.Laerte Vargas Notícia relacionada: http://www.omirante.pt/index.asp?idEdicao=54&idSeccao=544&id=67102&Action=noticia&title=Comentários#.Upcdr6mp0dV

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo