Arquivo | 17-02-2005 10:55

Câmara de Tomar rescinde contrato com concessionária

A Câmara de Tomar vai rescindir o contrato com a Parque T, concessionária do parque de estacionamento situado atrás dos Paços do Concelho, evocando o incumprimento do contrato por parte da empresa e o interesse público da sua abertura. A posição vai ser publicamente assumida na sexta-feira, 18, em reunião extraordinária, mas a decisão já está tomada: a Câmara Municipal de Tomar vai rescindir o contrato que assinou em 2001 com a Parque T, concessionária do parque de estacionamento situado atrás dos Paços do Concelho e de todo o estacionamento tarifado na cidade.A não abertura do parque de estacionamento na data anunciada pela própria concessionária – 14 de Fevereiro – põe em causa o interesse público da obra. É para garantir precisamente que esse interesse público não seja posto em causa que a câmara diz ir tomar todas as medidas que legalmente achar necessárias para repor a situação.Além do interesse público evocado há também, segundo o presidente do município, “um claro incumprimento, por parte da empresa concessionária, dos prazos estabelecidos no próprio contrato”. No referido acordo ficou estipulado que a empresa abriria o espaço ao público 60 dias após a obtenção da licença de utilização do parque.Os 60 dias terminaram a 22 de Janeiro mas o parque continuou fechado. Depois de várias reuniões entre a câmara e a concessionária foi anunciado publicamente, por ambas as partes, que o espaço iria começar a funcionar a 14 deste mês. Só que os portões continuaram encerrados no dia agendado. Mais desenvolvimentos na edição semanal.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Médio Tejo