Arquivo | 03-07-2008 12:14

Lotes a preços simbólicos na Zona Industrial do Chouto

O Chouto, a maior e mais desertificada freguesia do concelho da Chamusca, tem desde sábado uma zona industrial totalmente infraestruturada onde os potenciais investidores têm oportunidade de se instalar em lotes que vão ser vendidos ao preço simbólico de 2,5 euros o metro quadrado.Os presidentes da Câmara da Chamusca, Sérgio Carrinho, e da Junta de Freguesia do Chouto, João Gabriel Rodrigues, procederam sábado à inauguração do espaço que pretende ajudar a inverter a tendência de desertificação que se vive actualmente na freguesia. “Acredito que tanto o Chouto como a Parreira, onde brevemente iremos fazer o lançamento da primeira pedra da zona industrial, podem vir a mudar, porque vão ficar muito próximo dos novos itinerários, especialmente do IC 3”, afirmou Sérgio Carrinho.João Gabriel Rodrigues mostrou-se também esperançado que o espaço - com todas as condições para os investidores ali se instalarem, com bons acessos, água, electricidade, telefones e saneamento - “possa virar a página da desertificação que se tem acentuado nos últimos anos”.Segundo o presidente da junta, para além das duas empresas já instaladas, há conversações com outros interessados. “Nada de concreto ou definitivo, mas o simples facto de haver interessados já nos deixa bem satisfeitos”, acrescentou. Ao lado do espaço agora inaugurado existe um terreno com 10 hectares, que pode servir de expansão se houver muita procura, e para onde o município tem um contrato-promessa feito com uma empresa da área da cortiça para ali se instalar.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo