Arquivo | 24-07-2008 12:25

O prazer de pintar na rua

A pintora de Alhandra percorre todo o país, participando em iniciativas que promovem a arte de pintar na rua. Algumas das suas mais belas paisagens foram pintadas enquanto participante desses eventos. A ideia é pintar o que se vê, como o rio de Tavira visto a partir de uma ponte ou uma paisagem rural de Arcos de Valdevez.Maria Fernanda D’Alhandra explica que o clima que se vive nesses encontros é “de uma grande inter-ajuda” e “de uma convivência encantadora”. “Aprendi muito a pintar na rua com outros colegas que sabem mais do que eu e ensinei muito a pintar na rua”, garante. “Ali é andar para a frente e não se pode recuar”, descreve.Outra das coisas que mais a agrada na experiência é o contacto com o público. “Em Alcochete, um casal apaixonou-se por um trabalho meu. Fui entregá-lo a casa deles”, conta. “Há muita população que tem interesse pela arte mas não tem muito acesso a ela. Quando vêem que têm um bocadinho de acesso, não nos largam”, explica. Os curiosos perguntam-lhe porque usa determinadas cores e como podem aprender a pintar, mas “não incomodam, só intervêm quando se apercebem que estamos a fazer um intervalinho”, garante a pintora.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo