Arquivo | 29-10-2013 12:41

Maya Gabeira emocionada com elogios de Garrett McNamara

A brasileira Maya Gabeira manifestou-se hoje emocionada com os elogios do havaiano Garrett McNamara, através das redes sociais, um dia depois de sofrer um acidente quando tentava surfar uma onda gigante na Praia do Norte, na Nazaré.Antes de ter tido alta no Hospital de Santo André, em Leiria, a surfista, de 26 anos, recorreu ao Instagram para agradecer a McNamara, que em Janeiro deste ano surfou uma onda que se acredita ter chegado aos 30 metros, a sua colaboração durante a “expedição” de segunda-feira.“A Maya Gabeira é a mulher mais resistente na água que eu testemunhei. Ela apanhou uma das maiores ondas do dia. Ela apanhou a batida mais difícil que eu já vi um homem ou mulher, em qualquer ponto dos oceanos, e chegou perto da costa por si. O que aconteceu depois foi terrível, mas isso só mostra o quão forte ela é e quão arduamente treinou, pelo que está a fazer depois do que lhe aconteceu. Felizmente ela estará em casa brevemente, depois de deixar o hospital”, escreveu o havaiano, de 46 anos, no Instagram.McNamara acrescentou que “a preparação é tudo”, salientando que a equipa do seu projecto, o ZON North Canyon, tem tentado “nos últimos quatro anos aperfeiçoar o plano de segurança”, para explicar o sucesso no resgate da surfista brasileira.“O que aconteceu à Maya ontem [segunda-feira] foi uma enorme infelicidade e graças a Deus e a todas as pessoas na praia, especialmente ao nadador salvador da Nazaré Nuno por tê-la recuperado. Depois do que aconteceu, não me senti bem a continuar a surfar enquanto estavam surfistas no mar sem equipa de apoio, então o Andrew Cotton, o Hugo Vau e eu decidimos conduzir os três jet-skis para garantir a segurança, enquanto todos surfavam, para o caso de surgir outra emergência”, explicou McNamara.Na resposta, Maya Gabeira, que, já este mês, surfou na Praia do Norte uma onda que candidatou à categoria feminina dos prémios Billabong XXL, um galardão que já venceu cinco vezes, assumiu ter-se emocionado com as palavras do havaiano.“Esta mensagem fez com que as lágrimas caíssem pela minha cara! Vocês são todos os meus heróis e eu estou feliz por ter partilhado esta aventura convosco. Obrigado pelas palavras simpáticas... Eu fiz o melhor para sobreviver e o resto desta fantástica equipa manteve-me viva! Agora vou descansar, mas em breve vou regressar! Obrigado novamente, as tuas palavras gentis significam o mundo para mim”, escreveu Maya Gabeira.A brasileira fracturou o perónio direito na segunda-feira, ao cair após surfar uma onda gigante na Praia do Norte, na Nazaré, tendo ficado inanimada e sido depois socorrida, incluindo pelo compatriota Carlos Burle, que a tinha puxado para a onda em mota de água.Pouco depois do incidente, entre os vários surfistas no mar, Burle e Cotton surfaram com sucesso as aparentemente maiores ondas do dia, que estão a ser equiparadas à surfada por McNamara, em 28 de Janeiro de 2013.Antes, em 01 de Novembro de 2011, McNamara tinha batido pela primeira vez o recorde da maior onda surfada, com um registo certificado pelo livro dos recordes do Guiness. Esta mesma onda valeu-lhe o prémio de maior onda da competição Billabong XXL Global BigWave AwardsO havaiano continuou a tentar a sorte na Nazaré, tendo surfado, em 28 de Janeiro último, uma onda que se acredita possa ter chegado aos 30 metros. No entanto, McNamara retirou-a do concurso da Billabong, por ser "fortemente contra" o consumo de álcool, e este ser patrocinado pela cerveja mexicana Pacífico.Na altura, McNamara realçou o seu gosto pelo surf, considerando que não necessitava que um painel da Billabong medisse a dimensão da onda.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo