Arquivo | 11-11-2013 16:18

Cavaco envia felicitações pelo Dia de Angola e sublinha relações verdadeiramente especiais

O Presidente da República felicitou hoje o seu homólogo angolano pelo Dia Nacional de Angola, sublinhando as relações "verdadeiramente especiais" daquele país com Portugal e a forma como ao longo da História "algumas dificuldades" têm sido ultrapassadas."Fundadas em sólidos laços de amizade e cooperação, as relações entre os nossos dois povos e países são verdadeiramente especiais. Temos sabido construir uma relação reciprocamente benéfica e profícua, estruturada tanto ao nível dos nossos cidadãos e empresas, como ao nível político e diplomático", lê-se numa mensagem enviada pelo chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, ao Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, e que foi divulgada no ‘site’ da Presidência da República.Sem fazer qualquer referência ao anúncio feito há cerca de um mês pelo Presidente de Angola do fim da parceria estratégica com Portugal, Cavaco Silva lembra na missiva que ao longo da História os dois países têm sabido, "com confiança e respeito mútuos, ultrapassar algumas dificuldades que têm surgido e desenvolver relações estreitas e intensas”."Constante tem sido a nossa vontade em defender activamente a relação bilateral, na firme convicção de que este é o caminho que melhor corresponde ao interesse e ao sentimento dos nossos povos", acrescenta ainda o chefe de Estado português.Na mensagem enviada por ocasião do Dia Nacional de Angola, à semelhança do que aconteceu em anos anteriores, Cavaco Silva faz votos para reencontrar José Eduardo dos Santos na próxima cimeira da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que se realizará em Díli."Nesta ocasião de particular regozijo para o povo angolano e na grata expectativa de o reencontrar na próxima Cimeira da CPLP, em Díli, quero reiterar o meu empenho pessoal no continuado aprofundamento do nosso relacionamento, renovando-lhe as minhas felicitações e pedindo-lhe que aceite os protestos da minha mais elevada consideração e estima pessoal", refere o Presidente português.Na sexta-feira, no parlamento, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, assegurou que as relações com Angola "estão no bom caminho" e perspectivou uma "nova dinâmica que lhe permitirá rapidamente recuperar de algumas coisas que foram deixadas momentaneamente para trás".Rui Machete manifestou-se ainda confiante de que a primeira cimeira bilateral entre Portugal e Angola vai realizar-se "em devido tempo" e assegurou que os problemas entre os dois países "não são insolúveis"."Não se trata de problemas que sejam insolúveis. A boa vontade e o interesse que reinam entre os dois povos vão permitir dinamizar de uma maneira maior do que ultimamente tem acontecido, as relações muito importantes que existem entre os dois países-irmãos", destacou.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Médio Tejo