Arquivo | 11-11-2013 16:28

Terceira ponte sobre o Tejo em Lisboa impossível de concretizar actualmente afirma Sec. Estado

O secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, Sérgio Monteiro, afirmou hoje que uma terceira travessia sobre o Tejo em Lisboa é, actualmente, "impossível de concretizar", considerando que houve falta de planeamento no passado.Sérgio Monteiro esteve hoje no concelho do Barreiro, onde assistiu à apresentação dos primeiros resultados do “Plano de Mobilidade e Transportes Intermunicipal da Área de Influência da Terceira Travessia do Tejo”.Reconhecendo que a terceira travessia “foi sinalizada pelos municípios como um investimento estruturante”, o secretário de Estado acrescentou ter dito, “com toda a franqueza, (…) aos presidentes de câmara, que a terceira travessia, do ponto de vista financeiro, é absolutamente impossível de prosseguir".Sérgio Monteiro defendeu, no entanto, que são necessários "bons diagnósticos para se tomarem boas decisões" e deixou em aberto a hipótese de o investimento avançar no futuro."Têm de se fazer diagnósticos de qualidade para se tomarem boas decisões. Se a região continuar a sinalizar a terceira travessia como importante, os decisores políticos que no futuro tenham maior margem orçamental, podem ter este instrumento como algo fundamental para tomar decisões", salientou.O governante frisou que a falta de bons diagnósticos e planeamento causou, no passado, o "desperdício" de verbas."Alguma falta de planeamento no passado levou a que investimentos públicos fossem desperdiçados em zonas bem servidas e deixassem outras zonas menos bem servidas. É claro no diagnóstico apresentado que a realidade da margem norte é muito diferente da margem sul, com prejuízo para esta última", explicou.Carlos Humberto, presidente da Câmara do Barreiro, reafirmou a importância da terceira travessia no eixo entre Barreiro e Lisboa e explicou alguns dados do diagnóstico efectuado."Sobre a terceira travessia, o secretário de Estado disse o que nós sabíamos e nós defendemos que, para nós, é indispensável e o tempo vai obrigar” a concretizá-la, disse o autarca.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo