Arquivo | 19-11-2013 16:21

Identificados 35 trabalhadores a viverem em condições precárias no Alentejo

A GNR e a Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT) identificaram 32 estrangeiros e três portugueses, que vivem em "condições precárias" e trabalham na apanha da azeitona em Castro Verde, no Alentejo, foi hoje anunciado.Os trabalhadores foram identificados numa operação conjunta da GNR e da ACT para fiscalização das condições de trabalho de cidadãos estrangeiros e nacionais em trabalhos agrícolas, nomeadamente na apanha de azeitona, que decorreu na segunda-feira, no concelho de Castro Verde, disse à agência Lusa fonte do Comando Territorial de Beja da GNR.Durante a operação, a GNR e a ACT verificaram que os trabalhadores viviam em "condições precárias", frisou a fonte, referindo que as 35 pessoas identificadas foram notificadas para comprovarem as suas situações contratuais.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo