Arquivo | 27-11-2013 08:37

Instaladas 1.200 câmaras para combater a insegurança nas ruas de Caracas

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, inaugurou terça-feira em Caracas um novo sistema de videovigilância que visa ajudar a população e combater a insegurança que se regista no país.O novo Sistema Integrado de Monitorização e Assistência (Sima), foi inaugurado no município Sucre, a leste de Caracas, e conta com 1.200 câmaras de vídeo e duas salas de controlo."Vamos estabelecer um sistema de apoio ao mais alto nível tecnológico, para ir ordenando as cidades que têm mais problemas do ponto de vista social e de segurança", disse.O Presidente da Venezuela precisou que o novo sistema permite processar informação em tempo real sobre o que aconteceu nas ruas da capital e será instalado "município a município", nos próximos dois anos, até cobrir as principais cidades do país."Deve servir-nos não somente para a segurança, mas também para a assistência em termos gerais da comunidade, contribuir para uma sociedade de paz", disse ao explicar que o sistema está a ser instalado ao abrigo de um acordo entre o Ministério de Relações Interiores, Justiça e Paz e a empresa chinesa Ceiec, com um investimento de mais de 1.200 milhões de dólares (884,3 milhões de euros).Segundo o ministro venezuelano de Interior e Justiça, Miguel Rodríguez Torres, o Sima está ligado a organismos de segurança como a polícia, os serviços de Protecção Civil e bombeiros.O sistema possui ainda "drones" (aviões não tripulados), que permitem aceder a zonas mais difíceis e efectuar gravações áudio, dados e vídeo que são transmitidos a todas as patrulhas policiais da zona.A insegurança é apontada pelos venezuelanos como o principal problema do país e é um tema que ocupa, diariamente, várias páginas dos jornais.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo