Cavaleiro Andante | 09-08-2018 11:59

O capataz da Chamusca é Paulo Queimado.

O capataz da Chamusca é Paulo Queimado.

Paulo Queimado foi visto recentemente a entrar no edifício da Câmara Municipal da Chamusca de balde de pedreiro na mão. O chinfrim no edifício da câmara municipal não foi pequeno. Toda a vila da Chamusca comenta a mudança de residência de Paulo Queimado e, aparentemente, a sua nova vida. Daí que tenha sido um fartote imaginar que Paulo Queimado levava para o gabinete de trabalho as ferramentas do arranjo da nova casa. O que se passou é digno de um personagem de telenovela: Paulo Queimado não tem nada para fazer e então passeia-se pela vila à procura da atenção das pessoas. Encontrou um calceteiro da câmara ausente do seu posto de trabalho, talvez porque tenha ido à casa-de-banho, e não teve com meias medidas: roubou-lhe o balde. Há pouco tempo fez o mesmo a um trabalhador dos serviços das obras que na hora do trabalho parou o carro em frente de uma agência bancária e terá ido tratar de assuntos pessoais. Paulo Queimado, tal como o homem invisível, entrou no carro e levou a chave da ignição. Paulo Queimado é um aselha politicamente, não sabe gerir a câmara e muito menos sabe como fazer a gestão dos quadros da autarquia. Agora anda na onda de fazer figuras de capataz. Esperam-se novos episódios do autarca do país mais conhecido por ser dependente de outro autarca.

Mais Notícias

    A carregar...