Cultura | 25-12-2004 14:32

Natal é tempo de festa no Espinheiro

A festa em honra de Nossa Senhora da Encarnação é o maior evento anual da freguesia de Espinheiro. Durante quatro dias, entre 24 e 27 de Dezembro, a aldeia transforma-se, enchendo-se de luz, cor, música e muita fé.A música é dada por três bandas filarmónicas e vários artistas convidados. Este ano, o prato forte é o padre José Luís Borga, que vai cantar canções do seu novo disco no dia 26.Sendo uma festa religiosa por excelência a fé está presente nas duas procissões que se irão realizar, uma feita na noite de 25 de Dezembro, em que a população, à luz de velas e archotes, caminha até ao cemitério. É aí que está um santo que é depois levado para a igreja matriz. É também nesse dia que se lança o fogo de artifício e o fogo preso.No dia seguinte faz-se a procissão onde os santos correm o centro da aldeia, em andores carregados de oferendas que as gentes da terra dão à padroeira. Segundo o presidente da junta, quase sempre as ofertas ultrapassam os cinco mil euros.Um dinheiro que é sempre aplicado na freguesia, dado a quem mais precisa. O ano passado, quando foi juiz, José Duarte Simões distribuiu-o por “uma porção” de instituições – equipamentos para o centro de dia, para o jornal da terra, mensário, e também novas mesas e cadeiras para a Casa do Povo. E ainda chegou para fazer melhoramentos na torre da igreja.Antes dos festejos, as gentes de Espinheiro embelezam as suas ruas e becos, orgulhosas da festa que traz à aldeia centenas de forasteiros e filhos da terra que emigraram para o estrangeiro.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo