Cultura | 20-02-2016 14:34

Tasquinhas de Rio Maior são uma montra da gastronomia regional

Tasquinhas de Rio Maior são uma montra da gastronomia regional

Entre 26 de Fevereiro e 6 de Março não vai faltar animação no pavilhão multiusos da cidade.

As Tasquinhas de Rio Maior estão de volta à cidade entre 26 de Fevereiro e 6 de Março, com o pavilhão multiusos a albergar 24 tasquinhas exploradas por associações e colectividades das 14 freguesias do concelho. Para além dos petiscos da zona, há ainda a habitual mostra de actividades económicas e tendas exteriores com doçaria e artesanato, Espaço Show Cooking e ainda Espaço TasquinhasFest com bares e DJ. No dia 28 de Fevereiro haverá uma transmissão em directo numa emissão que vai durar seis horas na SIC e ainda o passeio turístico Landmania. As entradas são livres de segunda a quinta-feira e nos restantes dias, custam 1,5 euros com 50% desconto para portadores de cartão RM Jovem, cartão 65 e cartão estudante (escolas de Rio Maior).As Tasquinhas de Rio Maior comemoram 30 anos em 2016 e a presidente da Câmara de Rio Maior, Isaura Morais, agradeceu às colectividades que vão estar presentes. "Vão ser 10 dias de muito trabalho mas também de grande envolvimento da nossa comunidade. Costumo dizer que estão envolvidos cerca de mil voluntários, mas há sempre alguém que me abre os olhos e diz que são mais", referiu na apresentação do programa, realizada na tarde de segunda-feira, 15 de Fevereiro.Na mesma sessão, o presidente da Entidade Regional de Turismo, António Ceia da Silva, elogiou Isaura Morais por não ter caído na tentação de, após chegar ao poder, revolucionar o figurino das Tasquinhas. "Se havia um certame emblemático para os riomaiorenses ela manteve-o e não lhe deu um nome esquisito ou anglo-saxónico. Este não é só um grande evento de Rio Maior mas sim do país", afirmou."As Tasquinhas de Rio Maior têm a alma do povo", acrescentou o presidente da Entidade Regional de Turismo sublinhando que a iniciativa "tem gente das freguesias que tem prazer em estar nas tasquinhas e mostrar a todos que a sua gastronomia é boa, melhor que as outras. Estar nas tasquinhas é tirar proveito económico, mas, mais importante, mostrar as suas coisas com prazer, com alma e coração e isso é uma coisa que não se vê noutros certames", refere.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo