Cultura | 21-08-2017 17:37

Maestro de Benavente é finalista de concurso internacional

Maestro de Benavente é finalista de concurso internacional

João Domingos Raquel compete com maestros de Espanha, Brasil, Argentina e Colômbia.

Mostrar a raça do povo ribatejano e espalhar o nome de Benavente no mundo musical é o objectivo de João Domingos Raquel, maestro natural daquela vila que está a participar num concurso internacional de maestros. E conseguiu alcançar, para já, o primeiro objectivo de ser um dos cinco finalistas da prova “Bravo Maestro”, onde 120 maestros de todo o mundo mostraram o seu trabalho na tentativa de serem escolhidos como revelação à escala global.

O maestro contou a O MIRANTE que ficou a saber da notícia no dia 8 de Agosto e foi com uma "enorme emoção e alegria" que ouviu chamar o seu nome como maestro finalista, juntamente com outros 4 maestros, de Espanha, Brasil, Argentina e Colômbia. "Durante uma semana dei o máximo de mim, em dias muito exaustivos e carregados de emoção, onde trabalhei com uma excelente equipa de maestros, acabando por dirigir a Orquestra OIDO, na Casa Colón, em Huelva, no passado dia 12 de Agosto", conta o maestro.

João Raquel afirma que foi uma experiência que jamais esquecerá, pois a partilha de conhecimentos e experiências foi uma constante entre todos os maestros, havendo um constante espírito de entreajuda. Dos cinco finalistas sairá o grande vencedor, que terá como prémio uma viajem ao Paraguai, onde dirigirá um concerto da Orquestra Nacional do Paraguai. O maestro escolhido vai ter direito também à gravação de um CD, com divulgação por todo o mundo.

A final do concurso está prevista para 23 de Setembro. João Domingos Raquel vive e trabalha em Benavente, onde é professor de música no agrupamento de escolas, e é actualmente também maestro da banda de Óbidos.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo