Cultura | 27-06-2018 07:36

Mico da Câmara Pereira e Marta Rosa abrem as Noites no Largo do Pelourinho em Alverca

Mico da Câmara Pereira e Marta Rosa abrem as Noites no Largo do Pelourinho em Alverca

Companhia Cegada apresenta programação gratuita para as noites de Verão.

Entre cantores e instrumentistas são mais de duas dezenas os músicos que vão actuar ao longo dos próximos três meses em mais uma edição das Noites no Largo do Pelourinho, em Alverca, junto ao núcleo museológico da cidade.


Os espectáculos acontecem todas as sextas feiras, de 29 de Junho a 17 de Agosto, na Praça João Mantas em Alverca (conhecida como Largo do Pelourinho). Este é o quinto ano da iniciativa, inserida na programação cultural de Verão da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira. O festival tem entrada livre e apresenta intérpretes de géneros tão diversos como fado, jazz, música africana, música clássica ou ritmos balcânicos. A organização anuncia agora, como novidade, a presença de flamenco da Andaluzia, onde a música e a dança se combinam em palco.


Rui Dionísio, director artístico da Companhia Cegada, organizadora do festival, diz a O MIRANTE que, fruto da operacionalidade com a câmara municipal, a organização deste ano tornou-se “mais leve e rápida”, sendo que é a primeira vez que a companhia alverquense organiza este ciclo com o apoio do Estado, através da Direcção-Geral das Artes.


“Na prática é apenas o reconhecimento, por parte do Estado, que a actividade cultural de serviço público do nosso concelho se encontra no topo do que se realiza em todo o território nacional, o que possibilita ter o Governo central a financiar directamente o desenvolvimento da nossa região, sem que isso represente um cêntimo a mais no nosso orçamento municipal”, explica.


Para Rui Dionísio, o festival é fruto de um “exaustivo processo administrativo”, agora formalizado, que não mudará em nada forma de trabalhar do grupo. “Há muito que os cidadãos reconhecem na Cegada, quer um trabalho artístico de excelência, quer a capacidade para levar à apreciação do Ministério da Cultura projectos artísticos sujeitos a enquadramentos muito pesados e complexos, que só com grande rigor administrativo se conseguem concretizar. O empenho da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, no âmbito das suas competências previstas em todo o processo, fomentou um projecto sólido e vencedor, o qual agora orgulha não só o concelho como a zona norte da Área Metropolitana de Lisboa e toda a região”, conclui.


Para além das entidades financiadoras, a edição deste ano conta com os apoios da União de Freguesias de Alverca do Ribatejo e Sobralinho, da Junta de Freguesia de Vila Franca de Xira e de alguns órgãos de comunicação social, entre os quais O MIRANTE que, recorde-se, elegeu em 2016 o Cegada Grupo de Teatro com o Prémio Personalidade do Ano na área da Cultura.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Médio Tejo