Cultura | 11-06-2019 15:00

“Falta estacionamento em Abrantes e não há solução à vista”

“Falta estacionamento em Abrantes e não há solução à vista”
FESTA DE ABRANTES

Catarina Pereira - Gerente de loja - Multiopticas Abrantes

No concelho de Abrantes há diferenças profundas entre a cidade e as localidades rurais. Infelizmente existem duas velocidades e nas zonas mais afastadas da cidade as coisas demoram muito tempo a acontecer. É assim em Abrantes e no país. Esta situação deveria ser corrigida para, no futuro, haver crescimento. Ainda há muito para fazer.

A política está cada vez mais distante da realidade das populações, Abrantes não é excepção. Isso tem que ser corrigido. E também tem que passar a haver menos burocracia e mais transparência.

Em geral os cidadãos participam pouco na vida da comunidade e nas decisões políticas. No meu caso e dos meus conhecidos, tentamos ser cidadãos informados e esclarecidos.

O futuro da minha empresa passa por prestar um bom serviço e ter um bom acompanhamento de proximidade ao cliente, mantendo a posição da nossa marca na cidade, que nos acolhe há já 13 anos.

Sobre a cidade de Abrantes, gostava de referir a situação da falta de estacionamento, que é urgente resolver mas que não parece ter solução à vista.

A localização das festas da cidade foi mudando ao longo dos anos. O regresso ao Hipódromo dos Mourões tem aspectos positivos e negativos. Por um lado é um espaço mais amplo, capaz de acolher um maior número de visitantes e com uma maior facilidade de estacionamento mas por outro lado, o Centro Histórico é mais uma vez subvalorizado.

As festas promovem o convívio, são aproveitadas pelos que estão fora para reverem amigos e familiares. Além disso ajudam a dinamizar o tecido empresarial da região e ao mesmo tempo trazem música, alegria... Verão!

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1408
    19-06-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1408
    19-06-2019
    Capa Médio Tejo