Desporto | 24-03-2012 08:59

Mais de 3.600 mostram todos os estilos de artes marciais em Torres Novas

Mais de 3.600 atletas de 46 países participam, este sábado e domingo, em Torres Novas, no II Campeonato do Mundo All Styles, que mostra os diversos estilos das artes marciais.Bruno Rebelo, da Federação Portuguesa de Lohan Tao e director do campeonato, disse à agência Lusa que, além dos competidores, o evento conta ainda com a participação de 800 pessoas que se deslocaram a Torres Novas só para assistirem aos 50 seminários que vão decorrer ao longo dos três dias.O evento leva ainda a Torres Novas 30 grandes mestres de artes marciais, pessoas que são referência para treinadores e praticantes, disse.“Há aqui troca de informação e de conhecimentos e há um impacto grande da imagem de Portugal”, disse Bruno Rebelo à Lusa, realçando a capacidade do país em organizar um evento desta dimensão e o reconhecimento do trabalho que está a ser feito.Organizado sob a égide da Federação Internacional de Kempo Karaté Chinês (ICKKF na sigla inglesa), o campeonato conta com o apoio de dezenas de organizações mundiais e do Comité Olímpico Internacional, frisou.Bruno Rebelo, ele próprio dirigente da ICKKF, sublinhou o crescimento da modalidade, que alia a vertente desportiva à cortesia, formação moral e valores, em Portugal.Criada em 2001, a Federação Portuguesa de Lohan Tao, que agrega os estilos Kung Fu, Kempo Chinês e Kajukenbo, conta atualmente com 3.500 praticantes em 94 escolas distribuídas pelo continente, disse.Bruno Rebelo frisou o grande esforço na formação de treinadores, que têm aprendido com os maiores mestres mundiais, o que, no seu entender, contribuiu para um crescimento, em 11 anos, “de 20 para 3.500 praticantes”.O dirigente referiu ainda o facto de 40 por cento dos praticantes serem mulheres, o que, afirmou, se explica por a federação congregar estilos que vão do contacto físico mínimo, como o Kung Fu, ao “mais duro” Kajukenbo.Segundo disse, a prática em Portugal faz-se essencialmente junto do ensino, público e privado, no Exército, nas forças de segurança e em seguranças privadas.As competições para o II Campeonato do Mundo All Styles iniciaram-se para as classes até aos 12 anos, que contam com mais de 1.200 inscritos, prosseguindo sábado com os competidores mais velhos.Participam delegações dos vários continentes, como Alemanha, França, Bélgica, Holanda, Eslováquia, Suíça, Suécia, Dinamarca, Noruega, Portugal, Espanha, Andorra, Inglaterra, Escócia, Irlanda, Ilha de Man, Itália, Hungria, Roménia, Polónia, Turquia, Azerbaijão, Uzbequistão, Kuwait, Líbano, Egipto, Marrocos, Gana, Moçambique, Angola, Nigéria, África do Sul, Paquistão, Índia, Nepal, Bangladesh, Filipinas, China, Argentina, Brasil, Venezuela, Porto Rico, Canadá, Estados Unidos da América, entre outros.O evento decorre entre as 09h00 e as 23h30, estando em disputa os títulos mundiais em Formas Duras, Formas Suaves, Formas Duras com Armas, Formas Suaves com Armas, Formas de Equipa, Formas de Equipa com Armas, Formas Artísticas, Formas Artísticas com Armas, Defesa Pessoal Militar, Defesa Pessoal Cénica, Defesa Pessoal de Rua, Submissão, Semi-Contact, Light-Contact, Full-Contact, Knock-Down, Team Fight e Combate com Armas.O evento termina no domingo, dia 25, com a entrega de medalhas e prémios aos melhores atletas do mundo, seguindo-se uma festa encerramento.Esta é a segunda vez que Torres Novas acolhe esta competição, tendo, em março de 2010, recebido 2.000 atletas, de 34 países, e mais de 5.000 visitantes.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo