uma parceria com o Jornal Expresso
19/02/2017
30 anos do jornal o Mirante
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
Desporto | 05-01-2017 00:47
Vilafranquense quer crescer e sair do Campo do Cevadeiro
Presidente do clube assume que o crescimento está condicionado pelas actuais instalações

Rudolfo Frutuoso, presidente da SAD (Sociedade Anónima Desportiva) da União Desportiva Vilafranquense (UDV), considera que o Campo do Cevadeiro não tem condições para desenvolver projectos futuros da SAD. “Olhamos para este espaço e estamos limitados ao crescimento. Hoje temos falta de condições de treino. Este relvado é massacrado com treinos desde a equipa principal sénior a todas as equipas de formação, são 300 atletas, e há pessoas que ainda não perceberam isso”, referiu o dirigente numa entrevista ao canal do clube.


O responsável indicou que o Vilafranquense precisa de apoios e que estes não podem ser apenas monetários. O presidente da UDV referiu que os terrenos da Escola da Marinha, que a Câmara de Vila Franca de Xira pretende adquirir, podem ajudar o clube a crescer, na medida que a Eurofoot (maior accionista da SAD da UDV) não consegue suportar todos os custos do projecto para o futebol.


“Fala-se de ficarem com este espaço (Cevadeiro) e nós passarmos para lá (terrenos da Marinha). Olhamos para isso com bons olhos, mas ainda não sabemos quando vai acontecer, mas se acontecer seria um grande empurrão para nós. Este projecto é financeiramente difícil, requer investimento. A Eurofoot tem feito um esforço enorme e o ano passado investimos muito para estarmos onde estamos hoje. Está na altura das pessoas olharem para nós com outros olhos. As forças vivas da cidade e a própria autarquia têm de reconhecer e ajudar muito mais do que já fazem. Na cidade a população reconhece o nosso trabalho apesar da desconfiança inicial. Sabem que somos pessoas de bem e que não estamos aqui para brincar”, afirmou.


Quanto a esta época, o presidente referiu que a equipa sénior de futebol tem estado “aquém das expectativas” e que a UDV quer assegurar a manutenção no Campeonato de Portugal o mais rápido possível, ficando nos primeiros seis lugares.

Comentários
Mais Notícias
    A carregar...
    Edição Semanal
    Edição nº 1286
    16-02-2017
    Edição Vale Tejo
    Edição nº 1286
    16-02-2017
    Capa Médio Tejo