Economia | 20-05-2009 08:18

Projecto de construção de parque temático em Azambuja foi reaberto

O processo de construção do parque temático, candidato a projecto de interesse nacional (PIN), da Azambuja pela Lusolândia foi reaberto na semana passada e está a ser reavaliado pela Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP).António Domingos, promotor da Lusolândia, disse à Lusa que está à espera da deliberação da AICEP e acredita que vai receber uma “resposta positiva”, afastando, no entanto, a possibilidade de arrancar com o projecto ainda durante este ano.A AICEP chumbou em Março os projectos dos parques temáticos da Lusolândia, na Azambuja, e da Discovery Park, em Alenquer, alegando que as construções estavam previstas para zonas de reserva agrícola (RAN) e de reserva ecológica (REN).O projecto do parque de diversões para Azambuja tinha sido aprovado há 15 anos pela autarquia, mas acabou por ser inviabilizado quando foram impostas medidas restritivas à ocupação dos solos.Joaquim Ramos, presidente da autarquia da Azambuja, lembra que o concelho foi penalizado durante vários anos pelas medidas restritivas impostas pela localização na Ota do futuro aeroporto, o que pôs em causa o próprio desenvolvimento do concelho.“Quando aparece um projecto que pode ressuscitar o desenvolvimento económico porque iria criar novos postos de trabalho é reprovado o projecto de interesse nacional”, criticou Joaquim Ramos.António Domingos estima que o investimento para o projecto da Lusolândia na Azambuja seja de 250 milhões de euros e que crie mais de dois mil novos postos de trabalho.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo