Educação | 31-12-2010 08:21

Cartaxo quer manter os dois agrupamentos de escolas em vez de mega-agrupamento

A Câmara do Cartaxo vai oficiar a Direcção Regional de Educação de Lisboa e Vale do Tejo e reafirmar que pretende manter a organização escolar no concelho com a existência dos agrupamentos de escolas Marcelino Mesquita e D. Sancho I. O presidente da autarquia, Paulo Caldas (PS), considera que os dois agrupamentos têm funcionado bem e que o Ministério da Educação não deve criar no Cartaxo um mega-agrupamento. “Estamos bem com esta realidade de dois agrupamentos no concelho, um a norte e outro a sul”, comentou o autarca.A opinião foi corroborada pelo vice-presidente Paulo Varanda (PS), acrescentando que a autarquia não está disponível para assumir mais responsabilidades sem as devidas contrapartidas financeiras.Professor de profissão, o vereador da CDU, Mário Júlio Reis, diz que a criação de mega-agrupamentos vem pôr em causa a proximidade à realidade das escolas e dos seus protagonistas. Lembrou o vereador que o Cartaxo tem duas direcções daqueles agrupamentos e da escola secundária. “Deve também ter-se em conta a posição do Conselho Municipal de Educação que reúne todas as forças vivas do concelho na área da educação. A Carta Educativa não é um mero documento que se faz para o ministério contrariar”, referiu Mário Júlio Reis.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo