Empresa da Semana | 05-04-2006 11:40

Multiplicar a qualidade Multispace

A Loja da Imobiliária Multispace abriu há um mês na cidade do Entroncamento mas está sustentada num capital de experiência de três anos. O empresário Paulo Mau está optimista e diz que até agora as expectativas que tinha se confirmaram. Como no mundo dos negócios quem vence é quem caminha com o pensamento no futuro, já germina a ideia de criação de um franchising Multispace. O primeiro passo da expansão vai levar a marca a Sines.

Quais foram os motivos que o levaram a criar um empresa no ramo imobiliário? Já trabalhava no ramo imobiliário há cerca de três anos e como conheço bem o Entroncamento foi mais fácil investir aqui. Neste ramo é fundamental conhecermos as pessoas com quem estamos a trabalhar. Além disso esta é uma cidade de grande rotatividade no sector imobiliário.Não acha que o sector imobiliário está a ficar saturado?A nível geral até pode estar um pouco saturado mas cada marca é uma marca e quem faz o mercado são as pessoas. As pessoas procuram-nos, se forem bem atendidas e gostarem dos nossos serviços vão voltar a contactar-nos e trazem outros clientes. Este é um mercado onde palavra puxa palavra. O importante é demonstrarmos a qualidade dos nossos serviços para os clientes ficarem satisfeitos. Claro que não é fácil entrar no mercado mas aos poucos, com trabalho e dedicação, vamos conseguindo atingir os nossos objectivosA Multispace está vocacionada para trabalhar algum sector do mercado imobiliário em particular?Qualquer pessoa que esteja interessado em comprar ou vender uma casa ou propriedade, é um potencial cliente da Multispace. Não fazemos distinções entre ninguém. Tratamos todos os clientes de igual modo. O nosso principal objectivo é ajudarmos os clientes a atingirem os seus objectivos. Em termos geográficos trabalham em alguma zona específica?Geograficamente, damos preferência ao distrito de Santarém, mas como não temos exclusividade de território, estou a pensar apostar no franshising. Como já tenho contactos a nível nacional penso expandir o nome Multispace. O objectivo principal desta imobiliária é concretizar dois ou três espaços Multispace e tentar colocá-los no mercado de franshising.O investimento que faz em publicidade é rentável do ponto de vista financeiro?É bastante rentável. Noto que as pessoas procuram a Multispace muitas vezes, porque viram o anúncio da Imobiliária em algum lado. Compensa o dinheiro que invisto na publicidade pois tenho mais clientes graças a ela. Quantos empregados tem a Multispace neste momento?Nesta fase de arranque tem uma funcionária na parte administrativa e três funcionários na parte comercial.Dá algum tipo de formação aos seus colaboradores?Dou. A formação que tenho vou transmitindo a quem trabalha comigo e quando existem cursos e acções de formação os meus colaboradores participam nesses mesmos cursos.Quais são as perspectivas de crescimento desta Imobiliária?Primeiro quero que a Multispace se desenvolva aqui no Entroncamento e que este espaço se pague a ele mesmo. Quando tivermos uma participação mais consistente no mercado pretendo abrir uma filial na zona de Sines. É um projecto que ainda está em análise mas que pretendo realizar. Pensam expandir o vosso negócio para o estrangeiro?Em relação a isso já demos o primeiro passo que foi traduzir o nosso site – www.@multispace-emi.com – em várias línguas. Isso permite-nos ter clientes estrangeiros. É menos provável, mas com um site bilingue tudo pode acontecer. Não é fácil expandir o negócio além fronteiras, mas se houver parcerias tentaremos trazer clientes para Portugal.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo