Política | 08-01-2005 14:07

Sondagem dá maioria absoluta ao PS

O PS teria maioria absoluta e José Sócrates seria primeiro-ministro se as legislativas fossem hoje, embora a vantagem socialista sobre o PSD tenha diminuído em relação há um mês, indica uma sondagem divulgada pelo Expresso.

O PS teria maioria absoluta e José Sócrates seria primeiro-ministro se as legislativas fossem hoje, embora a vantagem socialista sobre o PSD tenha diminuído em relação há um mês, indica uma sondagem divulgada pelo Expresso.O estudo, realizado pela Eurosondagem no Continente e Ilhas, indica que "se as eleições fossem hoje, José Sócrates cometeria a proeza de conquistar a primeira maioria absoluta para o PS" ao obter 46 por cento dos votos, contra 33 por cento do PSD, destaca o semanário.Ainda de acordo com a sondagem realizada para o Expresso, SIC e Rádio Renascença, a CDU teria sete por cento dos votos (contra 6,6 por cento há um mês) e voltaria a ser a terceira força parlamentar, o CDS seis por cento (contra 5,5 por cento) e o Bloco de Esquerda (BE) 4,5 (subindo meio ponto percentual em relação à consulta do mês passado).Segundo a distribuição de mandatos feita com base na sondagem, os socialistas teriam entre 115 e 120 deputados, sem contar com os votos dos círculos da imigração, em que o PS contará com pelo menos um deputado eleito pela Europa.A eleição de 116 deputados garante uma maioria absoluta na Assembleia da República, que conta com 230 parlamentares.O PSD, por seu lado, não chegaria aos 90 deputados (entre 81 e 89), enquanto a CDU conseguiria entre 10 e 12, o CDS entre seis e 10 e o BE cinco.No entanto, a avaliação dos resultados da sondagem realizada para o Expresso, SIC e Rádio Renascença não permite considerar que "o PS pode esperar tranquilamente pelo escrutínio de 20 de Fevereiro", sublinha o semanário.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo