Política | 04-03-2006 17:46

Polémica na assembleia por causa do Paço dos Negros

A última sessão da Assembleia Municipal de Almeirim ficou marcada pelos protestos da oposição relativos à decisão do presidente da mesa, Armindo Bento (PS), que não aceitou a votação de duas propostas apresentadas pelo PSD e CDU sobre o pórtico de Paço dos Negros. As bancadas dos dois partidos exigiam à câmara que se iniciasse o processo de classificação do património como de interesse municipal, mas posteriormente entrou na mesa da assembleia um requerimento. Este propunha que a situação fosse alvo de um estudo por parte da comissão de Património, formada por elementos da assembleia.Armindo Bento considerou que o requerimento anulava as propostas dos dois partidos. Com essa manobra evitou que as intenções do PSD e da CDU fossem votados livrando assim a sua bancada, que está em maioria, de um embaraço. Mas não se livrou da contestação. “Hoje ainda não percebi a condução dos trabalhos por parte da mesa”, criticou João Lopes do PSD. Enquanto Amândio Freitas (CDU), que também é presidente da Junta de Freguesia de Benfica do Ribatejo, disse estar “estupefacto”. Ao que lhe respondeu o presidente da assembleia: “Quando o senhor quiser conduzir os trabalhos propõe-se a eleições e se for eleito depois pode decidir”.O requerimento acabou por ser aprovado pela maioria socialista, com 15 votos a favor. CDU (seis votos) e PSD (3) votaram contra. A deputada municipal do CDS/PP, Bernardina Queiroz, absteve-se. Recorde-se que o património de Paço dos Negros tem estado envolto em polémica depois de um construtor local ter comprado um terreno onde se situava parte do antigo paço real, onde pretende construir duas vivendas. O monumento não está classificado como de interesse municipal e um processo com vista a classificação nacional pelo IPPAR (Instituto Português do Património Arquitectónico) foi abandonado.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo